QUANDO SE TORNAR PROFESSOR DE DANÇA DO VENTRE???

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

DSC08221

Boa pergunta, não é???

Merecia uma boa resposta. Mas a verdade é que ela não existe! Infelizmente…

E digo isso porque sabemos que não existe uma formação específica, institucionalizada, reconhecida nacional e internacionalmente, que confira o título de Professor de Dança do Ventre ao aluno que cumpriu todos requisitos mínimos, após longo tempo de preparação e estudo. Por isso, é fato que sentir-se apto e começar a dar aula, passa por uma decisão unicamente pessoal.

Dessa forma, talvez o mais razoável seria perguntar a nós mesmos “Como se Tornar Professor de Dança do Ventre?”. Perguntar antes da decisão de dar aula e durante toda carreira de magistério, porque é isso que vai fazer diferença entre uma decisão sem noção e uma decisão com o mais absoluto senso de responsabilidade.

Ser Professor de Dança do Ventre não é uma tarefa fácil e nem sempre prazerosa. Até mesmo para aqueles que, como eu, são apaixonados por ensinar. Temos que estudar muito e atualizar nossos conhecimentos com mais rapidez do que qualquer outro bailarino.

Um bom professor ensina de tudo. Não pode se dar ao luxo de ensinar só o que gosta. Tem que ser um leque amplo de possibilidades e conhecimentos. Além de um bom técnico, precisa ser sensível às diferenças e necessidades de seus alunos. Ser capaz de reconhecer o erro no outro e identificar a sua origem a fim de eliminá-lo.

Tem que ser generoso e tem que ter a capacidade de se emocionar com o crescimento dos seus alunos.

Muitas vezes, a capacitação de um Professor de Dança do Ventre deve extrapolar os conhecimentos específicos, o que aumenta ainda mais o altíssimo investimento na carreira. Porque, quem decide lecionar, não pode parar de estudar jamais!

Decidir lecionar necessariamente é decidir estudar. É optar por buscar capacitações sérias e de ótimo nível. Por isso, reconheço um bom professor, não só por sua capacidade de transmitir seus conhecimentos, mas também, pelo seu profundo desejo de aprender.

Bjs e ótima semana, amados leitores.