IMPROVISAÇÃO X EMBROMAÇÃO

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Afinal de contas, o que significa “dançar improvisado”?

Studio0042

Eu sei que, para muitos, a improvisação consiste em dançar uma música livremente e isso é tudo. Nessa ótica, o processo é bem descomplicado e simples: uma música é colocada pra tocar e a bailarina começa a criar seus movimentos na hora. É tudo tão espontâneo e livre que qualquer bailarina, com o mínimo de conhecimento em Dança do Ventre, é capaz de fazer um show profissional com a  pretensão de estar improvisando. Mas será que é isso mesmo?

Eu, sinceramente vejo muito mais seriedade e complexidade na arte de improvisar. Na minha opinião, dançar improvisado é uma das possibilidades mais difíceis na estruturação de um show de Dança do Ventre com qualidade e consistência. Improvisar vai muito mais além do que simplesmente se movimentar ao som de uma música da qual se gosta. Uma improvisação competente e de qualidade requer minimamente, um bom repertório de passos, um adequado estudo da música, um grande domínio de técnicas de improvisação e o mais alto envolvimento com a dança. Não dá pra sair por ai fazendo qualquer coisa e chamar isso de improvisação. Tampouco chamar de Dança do Ventre.

Até hoje eu só assisti boas improvisações quando elas foram feitas por bailarinas experientes, com anos de estrada e dedicação à dança. Não é à toa. É muito difícil criar movimentos instantâneos casados com a melodia, com o ritmo, com o gênero musical, variando com o humor da música, percebendo instrumentos importantes e ainda por cima, dando expressividade e significado à dança.

Por isso, não consigo conceber um processo de improvisação sem estudo prévio e criterioso da música que se pretende dançar. Sim, pra mim, improvisação exige preparo prévio. Estudo e planejamento. Exige concentração e seriedade. Exige técnica. Sem isso, a dança não passa de uma exposição sem significado e sem consistência. A dança se torna pobre e muitas vezes, descaracterizada. Ela sai do território da improvisação para habitar o mundo da embromação.

É isso por hoje. Bjs aos leitores!!!!! 😉