HOMEM NÃO TEM MEDO DE MULHER!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

couple-168191_1280Olá pessoal!!!

Hoje eu me animei a escrever mais um artigo para a coluna “No Salto”. Já tem um tempinho que estou a fim de escrever sobre este título e, então… resolvi. É hoje! E a questão é essa mesmo, gente. Eu, definitivamente acredito que, HOMEM NÃO TEM MEDO DE MULHER!!! 😀

É muito comum a mulher explicar pra si mesma (e para suas amigas) que o cara com quem estava se relacionando simplesmente desapareceu porque tinha medo de se envolver com uma mulher tão bem resolvida como ela. “Homens, hoje em dia, simplesmente não assumem um namoro porque não conseguem lidar com a mulher moderna, independente, forte e combativa”. E o pior é que tudo isso é dito com uma convicção quase inabalável, pois o raciocínio se mantém mesmo depois de descobrir que aquele rapaz supostamente aterrorizado com a independência feminina não tardou a pousar nas redes sociais, como namorado apaixonado e assumidíssimo, ao lado de outra mulher tão ou mais independente que vc. A justificativa “Ele não dá conta de uma mulher bem resolvida” tornará a sair das bocas de inúmeras mulheres que resistem a ver o óbvio: ele simplesmente não te elegeu, querida! É só isso! E não te elegeu não é porque vc não é bonita, não é sensual, não é inteligente ou não é boa de cama. Ele simplesmente não te elegeu. E isso é tudo. E nem sempre tem explicação. Aprenda a conviver com isso.

Vc vai me dizer que o sexo era ótimo, que ele vivia dizendo o quanto vc era atraente, vcs davam boas risadas juntos porque o papo era ótimo, cheio de assuntos intrigantes e inteligentes. Mas não é que mesmo com todos esses atrativos ele continuava te apresentando para os amigos com uma declaração lacônica do tipo: “essa é a minha amiga fulana de tal”? E vc realmente acha que tudo isso era por conta do medo de compromisso??? 🙁

Se isso fosse verdade, flor,  somente as mulheres dependentes, estilo “Amélia” estariam casadas e felizes, todas com suas vidas restritas ao lar. E não veríamos um crescente número de mulheres com tripla jornada e múltiplas funções, comumente estressadas por terem que conciliar suas responsabilidades de esposas, donas de casa, mães e profissionais liberais bem sucedidas.

Então, amiga, vamos encarar os fatos. Os homens estão lidando melhor com a mulher moderna do que podemos imaginar.  😉  E arrisco dizer que a maioria deles está muito mais bem adaptada e adequada às mudanças do que a própria mulher. No tempo dos meus avós e até mesmo dos meus pais, o homem se divertia com as prostitutas e casavam com as moças de família. Sexo e amor estavam institucionalmente muito bem separados. Cada indivíduo tinha o seu papel muito bem claro e definido na sociedade, assim como as regras de como deveriam se relacionar.

Com a liberação sexual e consequente autoridade feminina sobre o próprio corpo, a mulher pode se relacionar com o homem independente do casamento e conforme as regras estabelecidas pelo casal. O que muitas mulheres não perceberam é que o homem pode também fazer suas escolhas a partir dai. A sua vida sexual não está mais restrita às profissionais do sexo. Ela pode, já há algum tempo, ser vivida com a colega de faculdade, com aquela mulher linda que ele conheceu na night. Uma mulher que muitas vezes está mais próxima da sua realidade sócio-cultural e com quem ele pode compartilhar outros momentos prazerosos (que não só a cama), sem que isso signifique namoro de fato. Sexo e amor continuam sendo vivenciados separadamente, sem que isso configure precisamente uma “cafagestagem” do homem ou coisa parecida.

Dai vc me pergunta. Mas se tudo é tão legal assim, porque não se torna namoro? Isso não é tão lógico assim, amiga. Isso sem contar que “namoro” tem significados diferentes para homens e mulheres. Mas isso é assunto para outro post, leitora. Prometo abordar o tema em breve, ok?  😉   Eu só sei dizer que, por alguma razão, não deu liga e a relação não foi suficientemente assumida por ele.

Conversando com alguns amigos (as diferenças de gênero sempre me despertaram curiosidades), eles me respondiam que às vezes se relacionam com mulheres incríveis, mas que mesmo assim, simplesmente não dava o “clic”. Um dia, sem que tivessem tido vontade de assumir um compromisso mais sério com aquelas mulheres, o afastamento se dava de forma inevitável. Guardavam o carinho, sentiam admiração, possuíam boas lembranças, mas continuam em busca de uma mulher que ainda não conheceram e por quem vão se apaixonar de verdade no futuro. E dai, quando isso acontecer, pode ser a mulher mais independente e forte do mundo que aquele homem vai querer estar ao lado dela.

E essa mulher, um dia, será vc, minha cara. Um dia será vc a eleita de um homem que não tem medo de mulher. Embora as mulheres com quem ele se relacionou previamente não se cansem de dizer isso a respeito dele.

Por isso, faça bom uso da sua liberdade, da sua sexualidade e lide com os fatos de forma mais serena e natural. Vc conhecerá alguns homens com quem valerá à pena se relacionar mesmo que de forma passageira.

No Salto???

Vc não será a eleita de todos assim como não elegerá todos. Mas quando acontecer o “clic”, ele não será o único a ouvir.  😉

Bjs a todos e ótima semana. 😉