A DANÇA DO VENTRE E O EMPODERAMENTO FEMININO

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Olá seguidores!!!!
Ha muito estou querendo escrever sobre este tema e certo dia, conversando com uma aluna, a vontade se fez ainda mais presente.
Durante todo este tempo trabalhando com a Dança do Ventre, fato que aconteceu inclusive comigo, venho observado o quanto as mulheres se transformam depois que começam a praticar essa dança tão maravilhosa. Eu também tive experiência com o jazz e o flamenco e o mesmo não foi observado nessas duas modalidades de dança.
Não raro, com o tempo, as mulheres que começam a praticar Dança do Ventre, se tornam mais vaidosas, mas femininas, mas orgulhosas da sua condição de mulher e mais confiantes. Uma de minhas alunas me disse que se sente mais bonita em frente ao espelho da escola do que em frente ao espelho da sua casa. Gosta da sua imagem dançando, se sentindo mais confiante e determinada. Se sente mais poderosa e mais bonita e, consequentemente investe ainda mais em si própria.
É lógico que tudo isso tem valor em dobro quando o conceito de beleza extrapola a mera questão física e ganha outros mundos, outros olhares internos mesmo. Ai eu acredito no empoderamento genuíno, na auto estima sendo trabalhada de forma realmente autêntica, onde a mulher aprende a se gostar, reconhece o próprio valor e devolve isso ao mundo em forma de graça, amor e generosidade, na dança e na vida.
E é preciso reforçar que a Dança do Ventre está ao alcance e a serviço de toda e qualquer mulher. É uma dança natural, generosa, envolvente e que não exige nenhum preparo físico prévio. Serve a qualquer idade, a qualquer corpo e aceita a personalidade e o estilo de todas as bailarinas… tais como elas são.
Dê um presente a si mesma e venha se ver dançando Dança do Ventre.
Contato: nilza@tendadossonhos.com.br